A correta acessibilidade web, chave para uma experiência do usuário satisfatória.

UX

Dentre os serviços sobre experiência do usuário (UX), a MTP oferece relatórios sobre possíveis defeitos de acessibilidade nas páginas web. O objetivo é garantir que todos os potenciais receptores de mensagens ou clientes possam acessar o conteúdo.

A pandemia que ainda estamos sofrendo no mundo, além dos problemas sanitários, está trazendo importantes transformações e a aceleração de outras mudanças ou tendências que já vinham ocorrendo. Uma delas é uma maior digitalização. Sem dúvida, cresceu de forma notável o uso das ferramentas tecnológicas, para trabalhar, comprar, para lazer, ou para as relações sociais e pessoais ‘à distância’.

Para qualquer atividade ou empresa que ofereça produtos e serviços, ter uma ‘vitrine digital’ já não é mais uma opção e sim uma necessidade. E aqui é onde adquire maior importância o fato de que essa presença na Internet, cujo elemento mais visível pode ser a página web, permita uma interação fluida e satisfatória com todos os potenciais clientes.

É o que chamamos experiência do usuário (User eXperience, UX), e se refere não apenas aos sites web, e sim a qualquer produto digital ou aplicativo. Na MTP, empresa dedicada à garantia integral de negócios digitais, os serviços UX ou de experiência de usuário fazem parte de uma oferta que contempla também a garantia da qualidade de software (QA), Cybersecurity, DevOps e Inovação. Oferecemos serviços de consultoria e design de experiência de usuário para conseguir produtos ou serviços digitais fáceis de serem usados, agradáveis em relação a seu design e layout, e com certeza, acessíveis.

A acessibilidade, peça chave para a inclusão

Dentro da experiência de usuário, a acessibilidade é a parte que facilita a inclusão de todos os potenciais clientes ou usuários de um produto digital. Há pessoas com deficiência visual ou auditiva, e caso esta dificuldade não estiver contemplada, elas não terão as mesmas garantias de acesso e nossa mensagem ou conteúdo comercial poderá perder-se. Também há outras situações desfavoráveis que podem impedir a correta visualização de um conteúdo, como cores inadequadas ou falta de contrastes.

Portanto, a acessibilidade deve ser um objetivo claro, para garantir o acesso a todos nas mesmas condições, evitando erros comuns que acrescentariam dificuldades a essa satisfatória experiência de usuário. Existem recomendações e normas que estabelecem critérios em matéria de acessibilidade. O ideal é ter presente esses requisitos no momento inicial, na hora do design, e realizar revisões periódicas para introduzir melhorias ou atualizações nas fases posteriores.

Renfe, um exemplo de atualização da acessibilidade

Um exemplo claro de potencialização dos serviços digitais como o comércio, é o da venda de bilhetes de transporte. A empresa ferroviária espanhola Renfe canaliza através da Internet 60% da venda de bilhetes, tendo claro que seu site web deve proporcionar uma experiência de usuário satisfatória, com a melhor visibilidade de conteúdo, acessibilidade para todos e as maiores facilidades para o processo de compra.

Com esse objetivo, acaba de estrear um novo design, onde aplica melhorias nesse sentido. Há anos, MTP se encarrega da avaliação completa de acessibilidade da página, como explica a própria companhia ferroviária.

Ver mais histórias